A internet é tóxica, desabafa o criador dos livros de Game of Thrones

Game of Thrones é a maior série sobre trama medieval do mundo, conquistando um total de oito grandes temporadas.

A série teve sua estreia em 14 de abril de 2019, sendo uma adaptação feita por David Benioff e D. B. Weiss para a HBO. A trama foi inspirada nos livros de George R.R. Martin.

Com seu grande sucesso, GOT conquistou o status de série mais pirateada do mundo. Para ter ideia, apenas o último episódio da sexta temporada foi compartilhado em mais de 350 mil canais piratas simultaneamente.

George R.R. Martin diz que duvida que os spin-offs conseguirão ser tão popular quanto GOT.

Game of Thrones
Reprodução: HBO

Com o fim de GOT, a HBO já começou os trabalhos para a criação de spin-offs de Game of Thrones.

Atualmente temos apenas um spin-off confirmado – O ‘House of the Dragon” que passará 300 anos antes dos acontecimentos da primeira temporada de GOT.

O spin-off já se encontra em processo de produção, tendo uma previsão de lançamento apenas em 2022. A HBO está a procura dos atores que farão os personagens principais.

House of The Dragon será baseada no livro Fire & Blood e sua primeira temporada terá apenas 10 episódios.

Parece que o criador dos livros que foram utilizados como inspiração não acredita no sucesso dos spin-offs.

“O fenômeno Game of Thrones conseguiu alcançar todo o mundo invadindo a cultura de tal forma – não é algo tão fácil de alguém alcançar, nem mesmo algo que eu espero que experimente de novo”, concluiu o autor dizendo que o sucesso de GOT é “surreal”.

Criador de ‘Game of Thrones’ reclama de reações negativas dos fãs ao final da série.

Game of Thrones
Reprodução: HBO

O autor por trás dos livros que deram origem a série não gostou nada das reações negativas que o final de série teve.

GOT teve seu final a um grande tempo, porém o criador por trás dos livros ainda está chateado com a grande repercussão negativa do final da série.

Veja também:

George R.R. Martin participou da edição do podcast Maltin on Movie(de Leonard Maltin) e falou sobre a repercussão do final de GOT.

“A internet anda muito tóxica de uma forma que a cultura dos fanzines e dos fandoms, os fãs daquele tempo, não eram. Tinham muitos conflitos e desentendimento, mas nada como a loucura que você vê hoje na internet”, desabafou George.

*Fanzines e fandoms era o nome dado aos fãs de quadrinhos e ficção cientifica*

A frustração dos fãs com o final de GOT foi tanta que um grupo chegou a criar uma petição exigindo que a emissora HBO refizesse a última temporada.

A petição chegou a conseguir mais de um milhão e meio de assinaturas.

Share.

Leave A Reply